identidade marginal

Marginalidade - um conceito especial em sociologia e psicologia social, designando certos intermediário ou, em outras palavras, a "fronteira" de orientação cultural e posição do indivíduo em relação a qualquer grupo na sociedade. É claro que essa posição e a orientação da personalidade causam as formas marginais de manifestações comportamentais. Marginalização é caracterizado, sobretudo, a incapacidade ou falta de vontade da personalidade consciente para se adaptar às novas condições sociais, o que leva à negação de determinadas, valores e normas morais culturais.

Não se confunda

Muitas vezes, a definição de "pessoa marginal", "párias sociais" são usados ​​como sinônimos para "elemento lumpen", que, naturalmente, não é inteiramente correcto, embora, até certo ponto, pode refletir a situação real em casos específicos. Mais precisamente, será assumido que os marginais têm uma forma especial de mentalidade. Como representantes de diferentes grupos sociais, pessoas marginalizadas rejeitar (e mais frequentemente - não totalmente aceito) certos valores culturais e tradições da sociedade (em sentido lato) em que estão localizados. indivíduos marginais reivindicação e aderir ao seu próprio sistema de normas e valores, adoptado em grupos fechados ou semi-fechados. Vários grupos marginais são formados nas áreas social, mentor, étnica, cultural, estética e outros. Princípios configurações sociobehavioural e orientações.

Marginals na sociedade

Evidentemente, as pessoas marginais são um problema para a sociedade como um todo, uma vez que suas manifestações socialmente efetivas freqüentemente dão origem a situações de conflito. Isso se deve ao fato de que a maioria dos representantes de grupos formados na sociedade tradicionalmente possui outras orientações culturais e de valor.

Como regra, portanto, indivíduos marginais não podem (ou não querem) identificar-se completamente com diferentes grupos e serem identificados como seus membros. marginalizado na sociedadeComo resultado, muitos dos grupos sócio-cultural robustos e de longa-existente rejeitar o indivíduo, levando a uma situação de exclusão social e solidão e, é claro, procurar pessoas afins - por isso há novo grupo fechado ou semi-fechado. Representantes desses grupos, na verdade, "híbridos culturais" e vivê-lo, como regra, é muito difícil. O sentimento de "fragilidade" e insegurança do mundo não permite que você relaxe e cometa erros comportamentais perdoados pela sociedade.

Influência das marginais na sociedade

Como resultado das mudanças na estrutura social da sociedade (não necessariamente na mesma velocidade) é a formação de novas comunidades funcionais na economia, política e cultura, levando à deslocação (ou efeitos enfraquecendo) grupos tradicionais e organizações sócio-culturais e ideológicos que desestabilizam a posição social das pessoas e sociedade como um todo. Tal estado da sociedade pode ser considerado um momento de agravamento dos conflitos e um aumento da marginalidade grupal.

Written by

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

6 + 3 =

identidade marginal

Marginalidade - um conceito especial em sociologia e psicologia social, designando certos intermediário ou, em outras palavras, a "fronteira" de orientação cultural e posição do indivíduo em relação a qualquer grupo na sociedade. É claro que essa posição e a orientação da personalidade causam as formas marginais de manifestações comportamentais. Marginalização é caracterizado, sobretudo, a incapacidade ou falta de vontade da personalidade consciente para se adaptar às novas condições sociais, o que leva à negação de determinadas, valores e normas morais culturais.

Não se confunda

Muitas vezes, a definição de "pessoa marginal", "párias sociais" são usados ​​como sinônimos para "elemento lumpen", que, naturalmente, não é inteiramente correcto, embora, até certo ponto, pode refletir a situação real em casos específicos. Mais precisamente, será assumido que os marginais têm uma forma especial de mentalidade. Como representantes de diferentes grupos sociais, pessoas marginalizadas rejeitar (e mais frequentemente - não totalmente aceito) certos valores culturais e tradições da sociedade (em sentido lato) em que estão localizados. indivíduos marginais reivindicação e aderir ao seu próprio sistema de normas e valores, adoptado em grupos fechados ou semi-fechados. Vários grupos marginais são formados nas áreas social, mentor, étnica, cultural, estética e outros. Princípios configurações sociobehavioural e orientações.

Marginals na sociedade

Evidentemente, as pessoas marginais são um problema para a sociedade como um todo, uma vez que suas manifestações socialmente efetivas freqüentemente dão origem a situações de conflito. Isso se deve ao fato de que a maioria dos representantes de grupos formados na sociedade tradicionalmente possui outras orientações culturais e de valor.

Como regra, portanto, indivíduos marginais não podem (ou não querem) identificar-se completamente com diferentes grupos e serem identificados como seus membros. marginalizado na sociedadeComo resultado, muitos dos grupos sócio-cultural robustos e de longa-existente rejeitar o indivíduo, levando a uma situação de exclusão social e solidão e, é claro, procurar pessoas afins - por isso há novo grupo fechado ou semi-fechado. Representantes desses grupos, na verdade, "híbridos culturais" e vivê-lo, como regra, é muito difícil. O sentimento de "fragilidade" e insegurança do mundo não permite que você relaxe e cometa erros comportamentais perdoados pela sociedade.

Influência das marginais na sociedade

Como resultado das mudanças na estrutura social da sociedade (não necessariamente na mesma velocidade) é a formação de novas comunidades funcionais na economia, política e cultura, levando à deslocação (ou efeitos enfraquecendo) grupos tradicionais e organizações sócio-culturais e ideológicos que desestabilizam a posição social das pessoas e sociedade como um todo. Tal estado da sociedade pode ser considerado um momento de agravamento dos conflitos e um aumento da marginalidade grupal.

Written by

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

− 7 = 3