como lidar com a preguiça

O termo "preguiça" na tradução do latim significa lentidão, lentidão. Esta é uma característica de uma pessoa que não quer trabalhar, mas prefere gastar todo o seu tempo à toa. Esse traço é considerado um vício, uma vez que tal pessoa não traz nenhum benefício, sendo um organismo parasitário no corpo da sociedade.

Ócio e preguiça - razões

Ao longo da vida, dentro de cada pessoa, há uma luta entre o desejo de fazer algo, a busca do sucesso e da prosperidade e o completo oposto - inação, falta de disposição para fazer qualquer coisa. Este último surge como resultado de baixa motivação. Os psicólogos dizem que, se uma pessoa não quer fazer nada, mesmo em situações em que é necessário, ela tem uma força de vontade fraca. Na vida, esse fenômeno é chamado de preguiça. Para entender como lidar com a preguiça, é necessário entender claramente o que esse conceito significa do ponto de vista da psicologia e o que a preguiça significa no sentido global.

Nesta ciência, a preguiça é considerada como um componente da esfera emocional-volitiva do indivíduo. Na maioria das vezes esse recurso é descrito do lado negativo, observando que a preguiça é a indisposição de uma pessoa para trabalhar, para aumentar a eficácia de seu trabalho. Essas pessoas preferem descansar, se divertir e fazer qualquer coisa, só para não fazer o que é necessário. A principal razão para esse comportamento, segundo os psicólogos, é a falta ou incompreensão do objetivo, uma motivação fraca ou uma completa falta dele.

O papel não menos importante na formação da preguiça, como traço de caráter, é desempenhado pelo ambiente social circundante. Muitas vezes, a mídia promove a inação, se a ação não traz nenhum benefício. Mas há uma preguiça e uma característica positiva - se o corpo está cansado e requer descanso, então essa preguiça desempenha uma função protetora e economiza a energia vital de uma pessoa.

Sintomas:

  1. Apatia
  2. Declínio de forças.
  3. Depressão
  4. Uma sucessão de falhas.

como lidar com a preguiça

Existem muitos tipos de preguiça. Todos eles se relacionam com este ou aquele lado da vida humana, mas na maioria das vezes há físico e preguiça, como resultado. Este último implica um conflito de desejos humanos e suas capacidades, isto é, as demandas são enormes e não há oportunidades para sua implementação. Esta espécie é mais característica da sociedade moderna, na qual muito poucas pessoas sabem lidar com a preguiça.

Qual é a diferença entre preguiça e procrastinação?

A diferença entre esses dois conceitos é essencial, embora, para muitos, a preguiça e a procrastinação sejam sinônimos. Como já mencionado, a preguiça é uma relutância em fazer algo por várias razões. A procrastinação é o adiamento de casos e deveres por um período indeterminado. O motivo pode ser um telefonema, um desejo de se atualizar, verificar e-mails e navegar em redes sociais, etc.

Isto é, uma pessoa parece dedicar certa quantia de tempo ao desempenho de suas funções, mas ele, o tempo todo, distrai. Como resultado, muito tempo perdido. Preguiça e procrastinação são diferentes umas das outras, que no segundo caso, uma pessoa vai fazer alguma coisa, mas não faz e ao mesmo tempo não fica ociosa. Há uma aparência de atividade, mas não há resultado.

O perigo dessa condição é que o procrastinador, que trabalhou duro e compreenda que o tempo está apertado, vai trabalhar duro sem dormir e descansar, e se censurará por não ter feito tudo antes. O organismo em tal situação está sob estresse e déficit de energia, o que afeta negativamente o estado do sistema nervoso. É necessário combater esse fenômeno pela autoeducação.

O que leva aos direitos da preguiça?

As conseqüências da preguiça podem ser terríveis, até a perda do trabalho ou dedução da universidade, a perda da família e a condenação de pessoas próximas. Afinal, inicialmente uma pessoa não pensa no que a preguiça pode fazer a uma pessoa, mas a compreende depois de um tempo em que, muitas vezes, já é tarde demais. Mas o mais importante, é a percepção de que você gastou tanto tempo em vão e já poderia ter conseguido muito.

Como lidar com a preguiça e a indiferença?

Existem várias maneiras de derrotar a preguiça e a apatia em você mesmo:

  1. Comece a se comunicar com os colegas.
  2. Não se comunique com pessoas pessimistas e veja o mundo apenas em tons de cinza.
  3. Livre-se de coisas antigas e desnecessárias que estão na reserva.
  4. Diversifique seu tempo de lazer.
  5. Estabeleça metas e consiga-as.
  6. Vá para esportes. Percebe-se que quando a preguiça e a fadiga mental se acumulam, não há nada melhor do que levantar-se e fazer alguns exercícios físicos.
  7. Recompense-se pela vitória.

como lidar com a preguiça2

Como lutar contra a preguiça de estudar?

A luta contra a preguiça em idade escolar deve começar com a identificação das causas de sua ocorrência. Muitas vezes, este é o estresse causado por dificuldades de aprendizagem. Para os esforços para ter sucesso:

  • entender a causa do estresse e, se possível, removê-lo;
  • dominar as técnicas de alívio rápido;
  • levar um estilo de vida saudável;
  • organize corretamente seu tempo;
  • aprenda como distribuir atenção;
  • selecione-se passatempo.

Como ganhar a preguiça e começar a praticar esportes?

A preguiça é a primeira razão pela qual as pessoas não fazem esportes. Essas dicas para aqueles que estão se perguntando como superar a preguiça e ir para esportes:

  • definir um objetivo e desenvolver um plano para alcançá-lo, segui-lo rigorosamente;
  • usar o método de uma cenoura e um pedaço de pau - consegui algum resultado, mesmo o menor - recompense a si mesmo;
  • hora em um dia para ficar em completo silêncio;
  • Supere a preguiça em outras esferas de sua vida;
  • aprenda a acreditar em si mesmo e não desista antes das dificuldades;
  • olhar as coisas realisticamente, sem superestimar suas capacidades e sem estabelecer metas inatingíveis;
  • Tome um banho de contraste, que revigora pela manhã e deixa o corpo e a pele em tom.

como lidar com a preguiça

A luta contra a preguiça - Ortodoxia

Na Ortodoxia, preguiça e desânimo são considerados não apenas um vício, mas um dos 10 pecados capitais. Segundo o clero, isso é uma doença da alma, quando não se quer fazer nada e toda a luz branca não é boa. A alma e o corpo estão enfraquecidos. Sugere-se combater esse vício cantando salmos, lendo orações, visitando serviços, isto é, direcionando todos os esforços para fortalecer o espírito. Todo trabalho deve começar com a bênção de Deus e ser paciente.

Se você não sabe como superar a preguiça em si mesmo e todos os métodos acima não produziram um resultado, porque a preguiça já se tornou parte da vida, e talvez seja um sintoma de uma doença, então será correto recorrer a um especialista. Em alguns casos, basta falar de coração para coração e, às vezes, é necessário recorrer a medicamentos.

Written by

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

57 − 55 =