personalidade inteira

Toda a personalidade é um dos conceitos mais fetichizados no cotidiano, na psicologia científica e aplicada, na pedagogia, assim como em alguns outros campos humanitários do conhecimento e algumas formas de consciência pública.

Você não pode considerar esse conceito como claramente definido e bem estabelecido, já que pessoas diferentes (incluindo especialistas autorizados da ciência e vários campos de atividade) colocam conteúdo diferente nesse conceito.

Opções possíveis

Em uma compreensão diária reduzida, a pessoa inteira é aquela que tem palavras que não diferem do caso. Ou seja, é uma pessoa que "tem uma crista" ou "o núcleo principal" ("núcleo") da pessoa. Tais pessoas são certamente respeitadas, mas de certo modo desconfortáveis ​​e este princípio de explicação não é suficiente como o principal.

Em um entendimento mais multilateral, toda a personalidade pode ser definida da seguinte maneira: uma pessoa cujo corpo, mente e alma são desenvolvidos e interagem harmoniosamente, como um todo único.

Moralidade e harmonia

Toda a personalidade é uma pessoa madura e formada, suficientemente independente espiritualmente, realizando sua atividade com base em orientações valor-moral. Ou seja, a pessoa toda é, acima de tudo, uma personalidade harmoniosamente desenvolvida.

Deve-se notar que a compreensão da harmonia é seriamente diferente em diferentes povos e em diferentes culturas. No entanto, em qualquer caso, qualquer sistema de formação e educação em diferentes povos e tribos em diferentes culturas implica o desejo de alcançar a integridade do indivíduo.

Desenvolvimento e educação de integridade

Várias abordagens educacionais e educacionais de diferentes respostas para a pergunta: "Como se tornar uma pessoa inteira", cada uma das quais oferece aos seus próprios métodos e abordagens. À primeira vista, eles são muito diferentes, na verdade, a maioria das verdades vitais de capital oferecidos para assimilar no processo de educação são semelhantes em sistemas diferentes (por exemplo, budistas, cristãos e princípios comportamentais morais, mesmo muçulmanos coincidem um com o outro em muitos aspectos, bem como os princípios da educação secular e sistemas de ensino).

Supõe-se que a personalidade no processo de desenvolvimento e educação, bem como o autodesenvolvimento subsequente, assimila os princípios propostos pela família, o sistema de criação e a sociedade. Supõe-se também que os objetivos de vida e os motivos de toda a personalidade são sintonizados e realizados de acordo com o público, caso contrário, o indivíduo pode ser considerado um sociopata. De fato, tudo é muito mais complicado e misterioso.

Mas na verdade ...

São pessoas com um desenvolvimento único, muitas vezes contrárias aos conceitos de inteireza, que afetam seriamente o desenvolvimento do valor espiritual, moral e das esferas científicas e culturais da vida da sociedade. Afetam positivamente e negativamente.

A psique humana é geralmente um assunto muito delicado. Conceitos como espírito e alma são geralmente difíceis de analisar. E certamente, a análise menos qualificada do indivíduo, seus aspectos espirituais, mentais e morais, requer rotulagem. Infelizmente, a esmagadora massa de professores-praticantes não difere nesta matéria com delicadeza espiritual suficiente.

Conclusões

A partir dessas reflexões e compreensão, surge a opinião de que a pessoa toda é uma pessoa como se tornar uma pessoa inteiracom seus próprios pensamentos, significados vitais e princípios que só podem ser mudados no processo de sua própria reavaliação pessoal, e não sob a pressão de outros. Essas pessoas estão fora da multidão, elas são verdadeiramente independentes. Muitas vezes a pessoa toda está internamente profundamente sozinha, porque ele ousa ser ele mesmo. Temos que ser muito flexíveis e versáteis - para sobreviver sem quebrar psicologicamente.

Bem, e resumindo a linha, quero lembrar que uma pessoa geralmente subjetivamente atribui certos significados. Portanto, na psicologia de cada um dos pensantes existe uma compreensão de toda a personalidade. Em qualquer caso, provavelmente, todos devem lutar por um desenvolvimento harmonioso, embora seja mais fácil para alguns viver sem ele.

Written by

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

+ 29 = 39

personalidade inteira

Toda a personalidade é um dos conceitos mais fetichizados no cotidiano, na psicologia científica e aplicada, na pedagogia, assim como em alguns outros campos humanitários do conhecimento e algumas formas de consciência pública.

Você não pode considerar esse conceito como claramente definido e bem estabelecido, já que pessoas diferentes (incluindo especialistas autorizados da ciência e vários campos de atividade) colocam conteúdo diferente nesse conceito.

Opções possíveis

Em uma compreensão diária reduzida, a pessoa inteira é aquela que tem palavras que não diferem do caso. Ou seja, é uma pessoa que "tem uma crista" ou "o núcleo principal" ("núcleo") da pessoa. Tais pessoas são certamente respeitadas, mas de certo modo desconfortáveis ​​e este princípio de explicação não é suficiente como o principal.

Em um entendimento mais multilateral, toda a personalidade pode ser definida da seguinte maneira: uma pessoa cujo corpo, mente e alma são desenvolvidos e interagem harmoniosamente, como um todo único.

Moralidade e harmonia

Toda a personalidade é uma pessoa madura e formada, suficientemente independente espiritualmente, realizando sua atividade com base em orientações valor-moral. Ou seja, a pessoa toda é, acima de tudo, uma personalidade harmoniosamente desenvolvida.

Deve-se notar que a compreensão da harmonia é seriamente diferente em diferentes povos e em diferentes culturas. No entanto, em qualquer caso, qualquer sistema de formação e educação em diferentes povos e tribos em diferentes culturas implica o desejo de alcançar a integridade do indivíduo.

Desenvolvimento e educação de integridade

Várias abordagens educacionais e educacionais de diferentes respostas para a pergunta: "Como se tornar uma pessoa inteira", cada uma das quais oferece aos seus próprios métodos e abordagens. À primeira vista, eles são muito diferentes, na verdade, a maioria das verdades vitais de capital oferecidos para assimilar no processo de educação são semelhantes em sistemas diferentes (por exemplo, budistas, cristãos e princípios comportamentais morais, mesmo muçulmanos coincidem um com o outro em muitos aspectos, bem como os princípios da educação secular e sistemas de ensino).

Supõe-se que a personalidade no processo de desenvolvimento e educação, bem como o autodesenvolvimento subsequente, assimila os princípios propostos pela família, o sistema de criação e a sociedade. Supõe-se também que os objetivos de vida e os motivos de toda a personalidade são sintonizados e realizados de acordo com o público, caso contrário, o indivíduo pode ser considerado um sociopata. De fato, tudo é muito mais complicado e misterioso.

Mas na verdade ...

São pessoas com um desenvolvimento único, muitas vezes contrárias aos conceitos de inteireza, que afetam seriamente o desenvolvimento do valor espiritual, moral e das esferas científicas e culturais da vida da sociedade. Afetam positivamente e negativamente.

A psique humana é geralmente um assunto muito delicado. Conceitos como espírito e alma são geralmente difíceis de analisar. E certamente, a análise menos qualificada do indivíduo, seus aspectos espirituais, mentais e morais, requer rotulagem. Infelizmente, a esmagadora massa de professores-praticantes não difere nesta matéria com delicadeza espiritual suficiente.

Conclusões

A partir dessas reflexões e compreensão, surge a opinião de que a pessoa toda é uma pessoa como se tornar uma pessoa inteiracom seus próprios pensamentos, significados vitais e princípios que só podem ser mudados no processo de sua própria reavaliação pessoal, e não sob a pressão de outros. Essas pessoas estão fora da multidão, elas são verdadeiramente independentes. Muitas vezes a pessoa toda está internamente profundamente sozinha, porque ele ousa ser ele mesmo. Temos que ser muito flexíveis e versáteis - para sobreviver sem quebrar psicologicamente.

Bem, e resumindo a linha, quero lembrar que uma pessoa geralmente subjetivamente atribui certos significados. Portanto, na psicologia de cada um dos pensantes existe uma compreensão de toda a personalidade. Em qualquer caso, provavelmente, todos devem lutar por um desenvolvimento harmonioso, embora seja mais fácil para alguns viver sem ele.

Written by

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

− 4 = 2