Qual é a família da criança? | actualidadypolitica.com

Qual é a família da criança?

qual é a familia da criança

A família, de acordo com os cânones, deve desempenhar um papel importante no desenvolvimento da criança. No entanto, na prática, longe de todas as famílias, as crianças recebem as condições necessárias para o pleno desenvolvimento físico, mental e espiritual. Isto diz respeito não apenas às famílias reconhecidas como desfavoráveis. A família, percebida pelos adultos como boa, não pode se parecer com os olhos da criança. Sobre como a criança percebe a criança e sobre os problemas que existem na educação das crianças hoje, nós contaremos mais adiante.

Uma criança precisa de uma família?

De acordo com a Convenção das Nações Unidas sobre os Direitos da Criança, toda criança tem direito a uma família. A família é obrigada a criar para a criança todas as condições para o desenvolvimento de suas habilidades, para garantir suas necessidades, respeitar sua opinião e não expor a criança à exploração e à discriminação.

Em famílias disfuncionais, as crianças não têm a oportunidade de exercer seus direitos. Nem todas as oportunidades de desenvolvimento adequado são recebidas por crianças que vivem em famílias monoparentais, onde os pais restantes têm que prestar mais atenção ao apoio financeiro para a criança.

Acontece também que, em famílias abastadas, a criança também não recebe um desenvolvimento intelectual de pleno direito.

A educação autoritária e o monitoramento constante não têm o melhor impacto no desenvolvimento da criança na família. Se a criança é, por natureza, um líder, ele resistirá desesperadamente a isso e o resultado será seu nervosismo, ansiedade, insegurança e assim por diante. Se o controle constante é expresso em um hyperope, a criança, incapaz de tomar decisões de forma independente e compreender o que está acontecendo com ele, cresce de forma fraca, caprichosa e dependente de seus pais.

Numa família próspera, a comunicação com a criança pode não estar no nível adequado. Os pais, em virtude de seu emprego ou de sua educação, não pagam esse aspecto da atenção, praticamente entregando a criança a si mesmos. Por um lado, a criança tem a oportunidade de desenvolver a imaginação e a autocompreensão do mundo, mas, por outro lado, cresce com a sensação de que não foi amado. Ele pode se tornar alienado e indiferente às manifestações de emoção em outras pessoas.

Às vezes os pais, ao darem seus filhos ao jardim e à escola, escrevem-no no caminho para numerosas canecas e seções. Por um lado, é bom para o desenvolvimento da criança, mas é impossível preencher todo o seu tempo. Para que ele cresça como uma pessoa harmoniosa, é importante que ele passe tempo com seus pais em jogos conjuntos, aulas e comunicação simples. Nos círculos, jardins e escola, a criança não poderá fornecer o cuidado e apoio parentais necessários.

A influência da família no desenvolvimento infantil

A importância da família na vida da criança é colossal: a família atua como uma instituição para a socialização da criança. A este respeito, os pais precisam abordar adequadamente a educação de seus filhos. Os problemas da educação das crianças enfrentadas nas famílias modernas causam muitos debates por parte dos educadores e psicólogos. Ao mesmo tempo, há alguns pontos estritos que os pais devem aderir para que todos na família possam se sentir confortáveis, e a criança possa receber tudo o que é necessário para o seu desenvolvimento.

Em uma idade mais jovem, os pais durante o jogo precisam prestar atenção à criança, direcionando-a, mas o controle estrito sobre o desempenho de certas ações não é necessário. É necessário deixar espaço para conhecimento independente, compreensão família através dos olhoso filho do mundo e o desenvolvimento de sua imaginação.

Deve-se lembrar também da educação estética das crianças da família. Para familiarizar a criança com o mundo do belo e espiritual deve os pais. É importante não apenas familiarizar a criança com as obras dos outros, mas também dar-lhe a oportunidade de experimentar modelar, desenhar, cantar, etc.

À medida que a criança cresce, é igualmente importante dar a ele a oportunidade de tomar suas próprias decisões e desenvolver o que é interessante para ele. Ao mesmo tempo, não se pode deixar a criança sozinha com seus problemas e medos. Ele deve sempre saber e sentir que, se não tiver sucesso, um adulto estará ao lado dele, que o apoiará e o ajudará.

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars
Loading...
Like this post? Please share to your friends:
Leave a Reply

− 6 = 4

;-) :| :x :twisted: :smile: :shock: :sad: :roll: :razz: :oops: :o :mrgreen: :lol: :idea: :grin: :evil: :cry: :cool: :arrow: :???: :?: :!:

Qual é a família da criança?

qual é a familia da criança

A família, de acordo com os cânones, deve desempenhar um papel importante no desenvolvimento da criança. No entanto, na prática, longe de todas as famílias, as crianças recebem as condições necessárias para o pleno desenvolvimento físico, mental e espiritual. Isto diz respeito não apenas às famílias reconhecidas como desfavoráveis. A família, percebida pelos adultos como boa, não pode se parecer com os olhos da criança. Sobre como a criança percebe a criança e sobre os problemas que existem na educação das crianças hoje, nós contaremos mais adiante.

Uma criança precisa de uma família?

De acordo com a Convenção das Nações Unidas sobre os Direitos da Criança, toda criança tem direito a uma família. A família é obrigada a criar para a criança todas as condições para o desenvolvimento de suas habilidades, para garantir suas necessidades, respeitar sua opinião e não expor a criança à exploração e à discriminação.

Em famílias disfuncionais, as crianças não têm a oportunidade de exercer seus direitos. Nem todas as oportunidades de desenvolvimento adequado são recebidas por crianças que vivem em famílias monoparentais, onde os pais restantes têm que prestar mais atenção ao apoio financeiro para a criança.

Acontece também que, em famílias abastadas, a criança também não recebe um desenvolvimento intelectual de pleno direito.

A educação autoritária e o monitoramento constante não têm o melhor impacto no desenvolvimento da criança na família. Se a criança é, por natureza, um líder, ele resistirá desesperadamente a isso e o resultado será seu nervosismo, ansiedade, insegurança e assim por diante. Se o controle constante é expresso em um hyperope, a criança, incapaz de tomar decisões de forma independente e compreender o que está acontecendo com ele, cresce de forma fraca, caprichosa e dependente de seus pais.

Numa família próspera, a comunicação com a criança pode não estar no nível adequado. Os pais, em virtude de seu emprego ou de sua educação, não pagam esse aspecto da atenção, praticamente entregando a criança a si mesmos. Por um lado, a criança tem a oportunidade de desenvolver a imaginação e a autocompreensão do mundo, mas, por outro lado, cresce com a sensação de que não foi amado. Ele pode se tornar alienado e indiferente às manifestações de emoção em outras pessoas.

Às vezes os pais, ao darem seus filhos ao jardim e à escola, escrevem-no no caminho para numerosas canecas e seções. Por um lado, é bom para o desenvolvimento da criança, mas é impossível preencher todo o seu tempo. Para que ele cresça como uma pessoa harmoniosa, é importante que ele passe tempo com seus pais em jogos conjuntos, aulas e comunicação simples. Nos círculos, jardins e escola, a criança não poderá fornecer o cuidado e apoio parentais necessários.

A influência da família no desenvolvimento infantil

A importância da família na vida da criança é colossal: a família atua como uma instituição para a socialização da criança. A este respeito, os pais precisam abordar adequadamente a educação de seus filhos. Os problemas da educação das crianças enfrentadas nas famílias modernas causam muitos debates por parte dos educadores e psicólogos. Ao mesmo tempo, há alguns pontos estritos que os pais devem aderir para que todos na família possam se sentir confortáveis, e a criança possa receber tudo o que é necessário para o seu desenvolvimento.

Em uma idade mais jovem, os pais durante o jogo precisam prestar atenção à criança, direcionando-a, mas o controle estrito sobre o desempenho de certas ações não é necessário. É necessário deixar espaço para conhecimento independente, compreensão família através dos olhoso filho do mundo e o desenvolvimento de sua imaginação.

Deve-se lembrar também da educação estética das crianças da família. Para familiarizar a criança com o mundo do belo e espiritual deve os pais. É importante não apenas familiarizar a criança com as obras dos outros, mas também dar-lhe a oportunidade de experimentar modelar, desenhar, cantar, etc.

À medida que a criança cresce, é igualmente importante dar a ele a oportunidade de tomar suas próprias decisões e desenvolver o que é interessante para ele. Ao mesmo tempo, não se pode deixar a criança sozinha com seus problemas e medos. Ele deve sempre saber e sentir que, se não tiver sucesso, um adulto estará ao lado dele, que o apoiará e o ajudará.

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars
Loading...
Like this post? Please share to your friends:
Leave a Reply

6 + 3 =

;-) :| :x :twisted: :smile: :shock: :sad: :roll: :razz: :oops: :o :mrgreen: :lol: :idea: :grin: :evil: :cry: :cool: :arrow: :???: :?: :!: