É possível ter um shish kebab?Com o início da estação primavera-verão, um grande número de famílias e companhias amigáveis ​​saem da cidade para relaxar na natureza e saborear um delicioso e incrivelmente nutritivo churrasquinho. Muitas futuras mães também querem cuidar de si com carne cozida na grelha, no entanto, eles têm medo de fazer isso porque eles não sabem como este prato afetará a saúde e a vida do bebê.

Neste artigo, vamos dizer-lhe se as mulheres grávidas podem ter kebab de porco, frango e outros tipos de carne, e como cozinhá-lo adequadamente para não prejudicar o feto.

Posso comer shish kebab durante a gravidez?

Como a gestante precisa de muita proteína no período de espera do bebê, ela precisa constantemente comer carne cozida de várias maneiras. Em particular, uma mulher em uma posição “interessante” pode comer e churrasco, mas apenas no caso em que durante a sua cozedura, certos requisitos foram atendidos, a saber:

  • a carne deve ser fresca. É por isso que, para preparar o shish kebab, ele deve ser escolhido sozinho e não comprar produtos semi-acabados prontos nas lojas;
  • o shish kebab deve ser muito bem frito. A carne não torrada com sangue acarreta um perigo muito grave, porque mesmo um pequeno pedaço de tal prato pode causar um envenenamento grave da futura mãe, bem como a sua infecção por toxoplasmose, triquinose ou finnose;
  • ao mesmo tempo, o shish kebab não pode ser cozido demais, já que neste caso um grande número de carcinogênicos é liberado nele;
  • finalmente, a carne não deve ser muito gorda. É por isso que para preparar um shish kebab, que será comido por uma mulher grávida, é melhor dar preferência a variedades magras de carne de porco, frango ou peru. De pratos de carne ou cordeiro neste período devem ser descartados.

posso comer shish kebab na gravidezAlém disso, as gestantes também estão freqüentemente interessadas em saber se as mulheres grávidas podem comer shish kebab com vinagre. Na verdade, neste prato não há absolutamente nada terrível para as mulheres na posição “interessante” e bebês em gestação, no entanto, assim como qualquer outro tipo de shish kebab, deve ser consumido em pequenas quantidades – não mais do que 150-200 gramas por semana. .

O consumo excessivo de carne cozida na grelha aumenta grandemente a carga no aparelho digestivo, pelo que pode ser perigoso mesmo para uma pessoa comum, para não falar de uma mulher grávida.

Written by

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

62 − = 56