cordão umbilical com 32 semanas de gestaçãoTal fenômeno, como o cordão com o cordão umbilical ao redor do pescoço do feto - situação bastante freqüente em mulheres grávidas. Então, de acordo com as estatísticas, quase todas as cinco futuras mães enfrentam esse problema. Vamos tentar dar uma olhada mais de perto nesse fenômeno e descobrir se é tão perigoso, como dizem a respeito.

Por causa do que acontece, o cordão está emaranhado no cordão umbilical do feto?

Como regra geral, o fenômeno do emaranhamento cabo ocorre antes de 32 semanas de gravidez, e já está prevista para 2 de ultra-som (20-22 semanas). Isso acontece por vários motivos. O mais comum deles está a aumentar, a falta de oxigénio, o que leva a um aumento na actividade motora do feto.

A segunda causa mais comum que leva a uma situação semelhante é o cordão umbilical muito longo do feto. Isto é observado quando o seu comprimento excede 70 cm e, como resultado do movimento fetal no útero materno, formam-se as alças do cordão umbilical, que caem no colo do bebê.

Como os médicos trabalham se houver um cordão umbilical ao redor do pescoço na semana 32?

Como regra, antes desta data, os médicos não prestam atenção a esse fenômeno, explicando isso pelo fato de que até o momento do parto, o feto mudará sua posição mais de uma dúzia de vezes. Como resultado, o loop pode ser desvendado ou formado novamente.

No caso da detecção de um único cordão pelo cordão umbilical na semana 32, a mulher está sob controle especial. Então, já perto de 37 semanas, repita a ultrassonografia. Se ainda houver um laço no pescoço, esse fato é levado em consideração no início do processo de nascimento e diretamente no parto.

O que é cordão perigoso pendurado?

A conseqüência mais perigosa desse fenômeno é o sufocamento e, como resultado, a hipóxia do feto. Se um cordão umbilical for detectado em ultrassonografia antes de 32 semanas, um exame adicional, sob a forma de doppler e cardiotocografia, pode ser prescrito. São esses tipos de estudos que podem excluir a hipóxia. circunscrição do cordão umbilical ao redor do pescoço na semana 32

Falando sobre se é perigoso amarrar com o cordão umbilical na semana 32, é necessário dizer que tudo depende de qual ciclo e de quantos. Assim, um duplo arrastamento na 32a semana de gestação é uma indicação para um melhor monitoramento da condição do feto e da gestante. Nesses casos, as chances de desenvolver sufocação são grandes, nas quais a estimulação do trabalho de parto ou até mesmo uma cesariana pode ser prescrita, se tal já estiver presente em uma anamnese na futura mãe.

Assim, tudo depende das nuances acima. Mas na maioria dos casos, tal fenômeno, como um cordão com o cordão umbilical, não requer intervenção médica, tk. O loop é muitas vezes desembaraçado no momento da entrega.

Written by

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

+ 61 = 66

cordão umbilical com 32 semanas de gestaçãoTal fenômeno, como o cordão com o cordão umbilical ao redor do pescoço do feto - situação bastante freqüente em mulheres grávidas. Então, de acordo com as estatísticas, quase todas as cinco futuras mães enfrentam esse problema. Vamos tentar dar uma olhada mais de perto nesse fenômeno e descobrir se é tão perigoso, como dizem a respeito.

Por causa do que acontece, o cordão está emaranhado no cordão umbilical do feto?

Como regra geral, o fenômeno do emaranhamento cabo ocorre antes de 32 semanas de gravidez, e já está prevista para 2 de ultra-som (20-22 semanas). Isso acontece por vários motivos. O mais comum deles está a aumentar, a falta de oxigénio, o que leva a um aumento na actividade motora do feto.

A segunda causa mais comum que leva a uma situação semelhante é o cordão umbilical muito longo do feto. Isto é observado quando o seu comprimento excede 70 cm e, como resultado do movimento fetal no útero materno, formam-se as alças do cordão umbilical, que caem no colo do bebê.

Como os médicos trabalham se houver um cordão umbilical ao redor do pescoço na semana 32?

Como regra, antes desta data, os médicos não prestam atenção a esse fenômeno, explicando isso pelo fato de que até o momento do parto, o feto mudará sua posição mais de uma dúzia de vezes. Como resultado, o loop pode ser desvendado ou formado novamente.

No caso da detecção de um único cordão pelo cordão umbilical na semana 32, a mulher está sob controle especial. Então, já perto de 37 semanas, repita a ultrassonografia. Se ainda houver um laço no pescoço, esse fato é levado em consideração no início do processo de nascimento e diretamente no parto.

O que é cordão perigoso pendurado?

A conseqüência mais perigosa desse fenômeno é o sufocamento e, como resultado, a hipóxia do feto. Se um cordão umbilical for detectado em ultrassonografia antes de 32 semanas, um exame adicional, sob a forma de doppler e cardiotocografia, pode ser prescrito. São esses tipos de estudos que podem excluir a hipóxia. circunscrição do cordão umbilical ao redor do pescoço na semana 32

Falando sobre se é perigoso amarrar com o cordão umbilical na semana 32, é necessário dizer que tudo depende de qual ciclo e de quantos. Assim, um duplo arrastamento na 32a semana de gestação é uma indicação para um melhor monitoramento da condição do feto e da gestante. Nesses casos, as chances de desenvolver sufocação são grandes, nas quais a estimulação do trabalho de parto ou até mesmo uma cesariana pode ser prescrita, se tal já estiver presente em uma anamnese na futura mãe.

Assim, tudo depende das nuances acima. Mas na maioria dos casos, tal fenômeno, como um cordão com o cordão umbilical, não requer intervenção médica, tk. O loop é muitas vezes desembaraçado no momento da entrega.

Written by

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

− 7 = 3