conservas de peixe bom e ruim

Para o armazenamento de frutos do mar, as pessoas há muito utilizam o método de conservação. Afinal, deliciosas sardinhas, cavala, espadilha, bacalhau, atum, espadilha em óleo e muitos outros. outros gostam de adultos e crianças.

Infelizmente, os fabricantes modernos nem sempre se relacionam conscientemente com sua própria produção, usando matérias-primas de baixa qualidade e quebrando a tecnologia. Portanto, a questão dos benefícios das conservas de peixe até hoje é muito aguda. Se não, armazenar alimentos em um recipiente de metal nem sempre é seguro. No entanto, a popularidade das conservas não diminui com isso. Que bom são estas iguarias e o que elas dão ao nosso corpo, nós lhes diremos agora.

Benefícios e danos de conservas de peixe

Existe uma opinião de que o próprio processo de conservação mata nos produtos todas as substâncias úteis e vitaminas, o que por sua vez levanta muitas dúvidas sobre suas propriedades positivas.

Por causa disso, há muita controvérsia sobre os benefícios e danos das conservas de peixe. De fato, nem todos os compostos úteis são destruídos sob a influência de altas temperaturas. Mesmo após o tratamento térmico, pela quantidade de cálcio, o peixe enlatado pode ceder apenas ao gergelim. Além disso, eles contêm os aminoácidos e antioxidantes necessários para nós.

Aqueles que seguem a figura devem prestar atenção ao poder calorífico do peixe enlatado. Se estiver de dieta, vale a pena esquecer-se da cavala - 200-317 kcal por 100 g; sprats - 363 kcal por 100 g; de fígado de bacalhau - 653 kcal por 100 g de produto. Em média - o conteúdo calórico do peixe enlatado é de 88 a 350 kcal. Este indicador depende diretamente da maneira de cozinhar e do tipo de peixe.

Falando sobre os benefícios e danos das conservas de peixe, deve-se notar que o próprio armazenamento do produto em um recipiente de metal não é de forma segura. Qualquer deformação da lata pode levar a uma reação oxidativa prejudicial dentro. As desvantagens de alimentos enlatados incluem uma alta probabilidade de contaminação com toxinas de bactérias botulistas. Portanto, a fim de evitar tais problemas, é melhor esterilizar o peixe enlatado antes do consumo.

Written by

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

47 − 43 =